7 de jun de 2010

...só se as minhas ideias acenderem como vagalumes. Aí eu poderia dizer para minha amiga belga toda a história da foto. Da árvore encantada que morava na margem do Rio Madeira, e do trabalho pesado que tive na estação Madeira-Mamoré. Mas só quando as minhas ideias acenderem como vagalumes





http://librosfera.blogspot.com/2010/05/luzinterruptus.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário