26 de out de 2011


A beleza trouxe uma angústia de céu cinza  e a música um ar pesado de indecisão. Medo. As palavras não conseguem flutuar.

24 de out de 2011

A quem será que se revela
no  sopro que apaga a chama
ou na luz que mostra a tela?

19 de out de 2011



Aquele quase ar de riso me disse que era felicidade. Era um ar sereno, seguro e quente...confortando  o sono de mais uma noite juntos.