29 de mar de 2010

Dez encontros...

Eles sempre caminhavam em direções opostas. Quase que todo dia, quase na mesma hora. Ao se cruzarem interrogações.
- O que será que ele está ouvindo?-ela.
- Será que ela presta atenção em mim?- ele.
Mais uma volta, o pensamento longe, e...
-Será que ele caminha todo dia?-ela.
-O que será que ela faz às terças e quintas que não vem caminhar?
Assim como o mundo gira, eles giraram.
-Quantas voltas será que ele dá?-ela.
-Quanto tempo faz que ela caminha? - ele.
E continuaram assim no seu ritual diário. Caminhando em direções opostas para poderem olhar na mesma direção. Um para o outro.

Um comentário:

  1. até quando tem-se que andar em direções opostas para haver o encontro?

    ResponderExcluir